O PILATES E A FISIOTERAPIA

Existe no mercado uma grande confusão entre o período onde o Pilates e a Fisioterapia devem ser empregados, entendemos que a área de atuação é similar, porém, o período de atuação de cada uma destas práticas deve ser distinto.

O objetivo desta página não é falar sobre as diferenças, nem mesmo esclarecer sobre a Fisioterapia, mas sim sugerir a atuação do Pilates no momento certo da recuperação física. Sabemos da capacidade da Fisioterapia em utilizar de equipamentos e ferramentas para diminuir inflamações e iniciar o processo de reconstrução de movimentos, mas depois deste início, o que fazer?

Passe a fazer Pilates!


O fortalecimento da estrutura muscular e suporte para ossos e tendões, o alongamento completo, a reorganização de postura e a retomada de movimentos são as principais atuações do Pilates, por isso, acreditamos que o Pilates deva ser utilizado logo após os primeiros trabalhos realizados pela Fisioterapia e processos de reabilitação.


Ambiente não médico

Não importa o quanto goste do ambiente médico, em um determinado momento do seu tratamento, estar neste tipo de ambiente irá causar muito cansaço, certo? É neste momento que o Pilates se torna a opção mais agradável de continuar sua reestruturação física em um ambiente diferente do ambiente médico. É por isso que acreditamos que o Pilates e a Fisioterapia tem períodos distintos de atuação na retomada física do indivíduo. É por isso que sugerimos a você conhecer o Pilates.

Atendimento personalizado

Diferente da academia ou mesmo do ambiente de Fisioterapia, na Art Core você recebe atenção personalizada e em alguns casos exclusiva. Desta forma, poderá alcançar o melhor resultado em um menor espaço de tempo.

Marque uma visita e conheça

A Art Core está muito bem situada, no centro da Vila Olímpia e possui uma estrutura adequada para o seu atendimento.